5 práticas simples para deixar sua vida longe da hipertensão

Tempo de leitura: 10 minutos

Por Kamilla Gomes, autora do blog Hipertenso em Movimento

De alguns anos para cá, o termo estilo de vida saudável tem se tornado mais comum.

Hoje sabemos que ter uma vida saudável não é privilégio de pessoas que vivem em academias ou fazem dietas mirabolantes em busca de uma boa saúde e um corpo perfeito.

Ter hábitos saudáveis está além da forma física. Está diretamente relacionado à prevenção de doenças e à qualidade de vida.

Algumas atitudes que tomamos no nosso cotidiano podem ditar hábitos não saudáveis, que, ao longo da vida, desenvolvem doenças que poderiam ter sido evitadas com mudanças simples.

Uma dessas doenças é a hipertensão arterial.

Ela é silenciosa e só provoca sintomas em fases muito avançadas ou quando a pressão aumenta de forma abrupta e exagerada.

No artigo “O que é hipertensão?”, eu listo 10 fatores responsáveis pelo desenvolvimento dela, e entre eles estão fatores que dependem dos nossos hábitos de vida.

Logo, uma mudança de comportamento em pequenas coisas na nossa rotina nos dá força para mudanças maiores, principalmente no que diz respeito à nossa saúde.

Veja como 5 práticas simples podem ser aplicadas no seu dia a dia e fazer toda a diferença para você desenvolver um estilo de vida saudável e te deixar longe da hipertensão arterial.

1. Ame e seja amado

vida saudavel coracaoTem um ditado que diz: “Você é a média das cinco pessoas com quem mais convive”.

Isso vale para todos os tipos de convivência. Seja familiar, amorosa ou profissional.

Se você quer ser melhor a cada dia em qualquer área da sua vida, você precisa estar com pessoas que tenham objetivos que estão de acordo com os seus, ou que possam te ajudar a alcançá-los.

Para isso, uma coisa é necessária: amar-se!

3 passos para desenvolver esse sentimento por você:

  • Autoconhecimento: porque quando você se conhece aprende quais são seus medos, limites, aptidões e melhora o controle sobre suas emoções.
  • Aprender a dizer não: diga não para aquilo que não te faz bem. Diga não para as pessoas negativas que estão a sua volta. Diga não para sentimentos ruins que não levam a lugar algum. Isso também te ajudará a evitar o estresse.
  • Cuidar de você: reserve um momento do seu dia para fazer o que gosta, seja ler ou ouvir uma música, sair com os amigos para conversar, assistir um filme. Enfim, você escolhe!
  • Cuidar dos seus relacionamentos (pessoal e virtual) para que sejam sempre positivos: afaste-se de pessoas que te fazem mal, e de relacionamentos dolorosos e/ou abusivos.

Quando alguma coisa te angustia ou entristece, seu estado emocional sofre um desequilíbrio, provocando grandes alterações na pressão arterial.

A partir do momento em que esses desequilíbrios se tornam frequentes e as alterações na pressão se tornam crônicas, você pode desenvolver a hipertensão.

Então, ame bastante. E como consequência você será amado.

2. Evite os comportamentos de risco

adoçantes e euO que é comportamento de risco para você?

Para mim, é tudo aquilo que pode resultar em prejuízo, principalmente, à minha saúde.

Então, perder noites de sono, fumar, consumir de bebidas alcoólicas regularmente, estressar com coisas sem importância, comer guloseimas repletas de açúcar branco refinado e gorduras trans com frequência considero comportamentos de risco — elas são atitudes opostas a uma vida saudável.

Espero que você concorde comigo em alguns fatores, pois tais comportamentos podem ser responsáveis pelo desenvolvimento de doenças pulmonares e hepáticas, diabetes, além da hipertensão.

É claro que existem outros comportamentos que causam danos à saúde, e você pode ver neste artigo aqui.

Para o hipertenso, interromper o tratamento também pode ser considerado um risco. Afinal, quando você suspende o medicamento por conta própria, você coloca todo o seu organismo em estado de alerta, principalmente o coração.

Então, evite os comportamentos de risco:

  • Abandone o cigarro! (caso ainda fume)
  • Evite o consumo de bebidas alcoólicas de forma regular.
  • Não perca noites de sono por motivos “banais”. Aqui cabe a você analisar o que de fato vale a pena em troca de uma noite de sono.
  • Evite o açúcar branco refinado e as gorduras trans
  • Evite o estresse
  • Nunca pare o tratamento! (caso seja hipertenso)

É preciso lembrar que o estresse é uma das causas de aumento abrupto da pressão arterial. Por isso, é importante saber administrar as emoções.

Para conhecer as dicas de como evitar o estresse e melhorar o seu dia, recomendo que leia este artigo.

3. Adote uma alimentação saudável

adote uma alimentação saudável

Aqui, não tenho muito que falar.

Se você acompanha o Panelas de Gaya é sinal de que se importa com o tipo de alimento que consome.

E com toda a razão! “Somos aquilo que comemos.”

Mas não custa nada reforçar as recomendações, principalmente se elas estão relacionadas à promoção da saúde, à construção de hábitos saudáveis e à prevenção de doenças.

Então, aqui está a listinha de “alimentos” para você riscar de uma vez por todas do seu cardápio (ou pelo menos ir riscando aos poucos):

  • Enlatados e conservas
  • Salgadinhos tipo “chips”
  • Queijos salgados
  • Embutidos: linguiças, salsichas
  • Frios: presuntos, mortadelas
  • Molhos prontos (de tomates, branco, de soja)
  • Pratos semi-prontos: macarrões instantâneos, lasanhas, nuggets
  • Sopas e temperos prontos: caldo de galinha em cubos, realçadores de sabor

Esses tipos de alimentos são responsáveis pela elevação da pressão arterial, por terem uma alta quantidade de sódio e gordura.

A gordura em excesso pode aumentar o peso corporal e desencadear doenças como a aterosclerose.

Logo, uma simples mudança pode fazer muita diferença no dia a dia. Que tal substituir o sal por temperos naturais?

Por exemplo:

  • No arroz, utilize cominho, cebola, alho, salsa.
  • Nas carnes de aves e peixes: louro, vinagre, limão, açafrão, salsa, cebolinha, alho, cebola, alecrim, gergelim, cominho, páprica.
  • Para as hortaliças cozidas experimente acrescentar alho, cebola, salsa, cebolinha, pimentões, alecrim.

Consuma também frutas, verduras e legumes. Quanto mais colorido seu prato estiver, melhor.

4. Pratique exercícios físicos todos os dias

saúdeA prática regular do exercício físico traz inúmeros benefícios à saúde:

  • Melhora da função cardiorrespiratória
  • Aumenta o HDL-colesterol, reduz o LDL-colesterol e os triglicerídeos
  • Aumenta o metabolismo de gordura
  • Melhora o metabolismo da glicose e a sensibilidade à insulina
  • Diminui e ajuda a controlar a ansiedade e a depressão
  • Melhora a sensação de bem-estar, a qualidade do sono e o desempenho profissional

Ainda existem benefícios que variam de acordo com cada tipo de exercício, e você pode conhecê-los neste artigo.

A dica é: procure algo que seja divertido e ao mesmo tempo faça com que seu corpo sinta os efeitos positivos do exercício.

Pode ser dançar, praticar ginástica ou musculação, fazer uma caminhada ou corrida, e por aí vai!

Seja qual for seu exercício escolhido, é importante manter a regularidade e o controle: intensidade e dias da semana que pratica, por exemplo.

Registre em uma planilha simples, marcando um X nos dias que praticou sua tarefa, e deixe visível para que você mantenha a motivação.

Importante! Antes de começar qualquer exercício é fundamental fazer um checkup.

Isso pode envolver uma série de exames, como o teste de esforço (conhecido também com teste ergométrico ou de esteira) e exames de laboratório.

5. Aprenda a dormir melhor

vida saudavel 2-otA qualidade do sono pode afetar não só o humor, mas a saúde, influenciando no surgimento de algumas doenças.

Quando noites mal dormidas se tornam frequentes, é hora de procurar ajuda. A apneia e a insônia (consideradas como distúrbios do sono) precisam ser identificados e tratados de forma profissional.

Logo, dormir bem é indispensável para uma vida saudável, resultando numa série de benefícios, como:

  • Recuperação do organismo, de uma forma geral
  • Fortalecimento do sistema imunológico
  • Consolidação da memória
  • Controle e prevenção da hipertensão, por exemplo

Por isso, a importância de aprender a dormir melhor.

Abaixo, listo algumas dicas simples que podem ajudar bastante na qualidade do seu sono.

Então, prepare-se para dormir:

  • Desligue a TV, o computador e outros aparelhos eletrônicos pelo menos uma hora antes de dormir
  • Faça exercícios de alongamento e relaxamento, meditação, ou alguma outra técnica que te ajude a acalmar os ânimos
  • Tome um banho relaxante
  • Não vá dormir com fome: banana, chá de camomila, ou mesmo um leite morno facilitam o relaxamento

Para ter uma vida saudável, o bom sono é tão importante quanto a alimentação natural e consciente, a prática regular de exercícios físicos e as outras dicas que citei aqui.

Então, se permita e aprenda a relaxar. Afinal, vimos na prática #1 que é importe ter um momento só para você.

Conclusão: ter uma vida saudável

Entre essas 5 práticas simples  para promover uma vida mais saudável — e te deixar longe do  desenvolvimento de doenças –, existem  as “mais fáceis” e as “mais difíceis” de serem seguidas e modificadas.

Porém, o importante aqui é que você dê o primeiro passo para aplicá-las, e veja como elas se relacionam.

São elas:

  1. Ame e seja amado
  2. Evite os comportamentos de risco
  3. Adote uma alimentação saudável
  4. Pratique exercícios físicos todos os dias
  5. Aprenda a dormir melhor

Vá com calma e escolha uma para começar. Não precisa adotar todas as mudanças de uma só vez. Afinal, modificar e criar novos hábitos são tarefas que precisam de determinação, foco, força de vontade e organização.

Lembre-se! Pequenas mudanças nos hábitos de vida podem proporcionar impactos positivos na sua saúde e no seu dia a dia.

Espero que você tenha gostado deste artigo e que ele possa te ajudar nessa jornada rumo a uma vida saudável e ativa.

E você, tem alguma outra prática para nos recomendar? Compartilhe com a gente! Deixe um comentário logo abaixo.

Se quiser ler outros artigos como esse, acesse o Hipertenso em Movimento.