Conheça os benefícios da chia e saiba qual é a forma correta de usar a semente

Tempo de leitura: 12 minutos

beneficios da chia-otNão é de hoje que os benefícios da chia são alardeados aos quatro ventos, não é mesmo?

Desde que desembarcou no Brasil, há mais ou menos cinco anos, a chia ganhou status de diva e logo foi acolhida pelas pessoas interessadas em ter uma alimentação mais saudável.

De fato, esta semente é muito poderosa e nutritiva, mas é preciso saber usá-la da forma correta para aproveitar ao máximo todos os seus nutrientes e o seu potencial.

O intuito deste artigo é esclarecer este e outros pontos a respeito da chia.

Leia este artigo até o final para saber mais sobre:

  • os benefícios da chia
  • as precauções no uso da chia
  • como aproveitar ao máximo os benefícios da chia

E, caso você queira fazer algumas receitas com chia, clique aqui e conheça o Guia da Receita Saudável, um ebook com 101 receitas e mais 6 bônus incríveis criado pela blogueira e fitness coach Carla Basílio.

Benefícios da chia

A chia é uma semente pequena de forma oval  — cerca de 2 mm de comprimento — e de cores variadas — ela pode ser acastanhada, cinzenta, preta ou branca.

Seu nome científico é Salvia hispanica L. e é nativa das regiões da Colômbia, Guatemala e México. Foi largamente utilizada por povos andinos desde muitos séculos antes de Cristo.

mapa-otReza a lenda que guerreiros maias e astecas (povos pré-colombianos da América Central e do Norte) consumiam a semente e guerreavam por dois dias. Não à toa, a chia era sinônimo de força e resistência para estes povos.

Ela também era utilizada em rituais sagrados de algumas religiões.

Quando os colonizadores europeus chegaram a essas bandas, proibiram os rituais, considerados por eles pagãos. E baniram o cultivo da chia.

As terras americanas foram, então, dominadas pelo cultivo de trigo, arroz e cevada — cereais consumidos pelos colonizadores.

Mas, claro, a chia não desapareceu por completo. E, graças às suas propriedades energéticas e nutricionais, voltou recentemente a ser cultivada em maior escala no México, Argentina, Bolívia, Peru e Colômbia.

Finalmente, alguns anos atrás, a chia desembarcou no Brasil.

Nós pudemos, então, conhecer o poder desta pequenina semente.

Não são poucos os benefícios da chia. Todos eles podem ser resumidos na tabela abaixo, que mostra os nutrientes da semente:

tabela chia_ot
Fonte: Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Estes nutrientes proporcionam várias maravilhas para o nosso organismo. Conheça agora 10 principais benefícios da chia:

1. Produz a sensação de saciedade

Você já colocou as sementes de chia de molho em um copo com água?

Se ainda não, faça o teste.

Coloque e deixe lá por trinta minutos. Você verá que a água começou a virar um gel.

Pois é, a chia tem esse poder. Ela capta as moléculas de água e as transforma em uma espécie de gelatina.

Você também vai perceber que, depois do contato com a água, a chia aumenta de tamanho e fica com a casca mais maleável. Não se surpreenda, pois em contato com a água a chia pode aumentar em até DOZE vezes o seu tamanho!

Agora pense que a chia realiza este mesmo processo no seu estômago, e pronto: você vai entender por que a semente te deixa saciad@ rapidinho e é uma grande aliada daqueles que querem emagrecer. Se você é uma dessas pessoas, clique abaixo para descobrir qual é o principal vilão do emagrecimento:

 

 

2. Melhora o funcionamento do intestino

Você reparou na quantidade de fibras que a chia possui? Se contabilizarmos 100 gramas de chia, praticamente 35% dessas 100 gramas são só fibras!

Não é por acaso que a chia é uma poderosa aliada do seu intestino. 🙂

3. Fortalece os ossos

Porque a quantidade de cálcio contida em uma porção da semente também é significativa.

Não vou compará-la ao leite industrializado e nem a outro produto, pois acredito que cada alimento tem o seu potencial e a sua energia particulares.

E a quantidade diária de cálcio que cada pessoa precisa depende muito de suas necessidades e de sua alimentação.

Mas, sim, no geral, a chia é uma boa fonte de cálcio.

4. Deixa a pele e os cabelos mais bonitos

A chia também tem vitamina A, nutriente que age como antioxidante contra os radicais livres e auxilia na redução da acne e prevenção do ressecamento da pele.

A vitamina B2 presente na semente também ajuda na saúde da pele, unhas e cabelos.

5. Regula o colesterol

Nem toda gordura é ruim. Existe gordura boa, e ela está presente na chia!

Cerca de 80% da gordura da semente é formada por ácidos graxos ômega 3 e ômega 6. Essas gorduras têm como uma de suas principais propriedades reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o colesterol bom (HDL).

Nada mal, hein?

6. Desinflama o organismo

Esta é outra consequência da presença do ômega 3 na semente. O tipo de ômega 3 contido na chia é o ácido alfa-linolênico, que tem poder anti-inflamatório.

Por conta disso, a chia pode ajudar, por exemplo, a diminuir a celulite e as estrias, que são um processo inflamatório do organismo. Clique abaixo para conhecer algumas receitas caseiras que eliminam estrias:

 

 

7. Previne contra doenças cardiovasculares

Mais um benefício trazido pelo ômega 3 da semente. O ácido alfa-linolênico reduz a formação de coágulos sanguíneos e ajuda na regulação da pressão dos vasos sanguíneos, uma vez que aumenta a fluidez sanguínea.

Por isso, o consumo regular de chia é capaz de evitar doenças como infarto, derrame e hipertensão (pressão alta).

8. Controla diabetes

As fibras presentes na semente e seu poder de “inchar” no contato com a água retardam a liberação do açúcar no sangue quando você come. Portanto, evitam picos de insulina na corrente sanguínea — a insulina é liberada quando há muito açúcar no sangue.

É por isso que a chia previne contra diabetes do tipo 2, e também é um maravilhoso alimento para diabéticos.

9. Combate a anemia

A quantidade de ferro presente em uma porção da semente também é significativa. Isto quer dizer mais hemoglobina no sangue e menos anemia. 🙂

10. Fortalece a imunidade

A chia é rica em minerais como o selênio e zinco, que atuam no sistema imunológico e reforçam as suas defesas, ajudando a afastar de você males como gripes, resfriados e processos infecciosos.

Gostou desses benefícios?

Eu gosto, e por isso mesmo uso chia na minha alimentação diária.

Se quiser conhecer outros maravilhosos alimentos que eu uso e que deixam a Saúde lá em cima, cadastre seu e-mail no campo abaixo. Você receberá em primeira mão os artigos e as novidades do Panelas de Gaya!

Conteúdo exclusivo

Cadastre o seu melhor email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do Panelas de Gaya!>

Precauções no uso da chia

Embora os benefícios da chia sejam vários, existem algumas precauções que você deve tomar ao utilizar a semente.

Afinal de contas, não é porque um alimento é super rico em nutrientes que você vai consumi-lo sem critérios.

Uma das ressalvas é que ela pode inchar muito o estômago e causar mal-estar estomacal em algumas pessoas. Também pode provocar dores intestinais ou até soltar demais o intestino. Fique atento(a) a esses sintomas em você e respeite a sua individualidade.

Caso queira conhecer algumas deliciosas receitas com chia e outros ingredientes naturais, clique abaixo:

Outro ponto: acredito que a chia é supervalorizada enquanto fonte de ômega 3.

O ômega 3 é uma gordura.

Ele representa uma família de ácidos graxos, e alguns deles são muito bons para a nossa saúde. Esses ácidos graxos são:

  • ácido alfa-linolênico
  • ácido eicosapentaenoico (EPA)
  • ácido docosahexaenoico (DHA)

Esses ácidos graxos são chamados de essenciais, porque o nosso organismo não consegue produzi-los. E, entre outras funções, eles são responsáveis por formar a camada lipídica (de gordura) em torno da célula.

Quando as membranas celulares estão repletas destes ácidos, as funções das células ocorrem de forma muito mais eficiente.

O ácido alfa-linolênico é de origem vegetal — está presente na chia, na linhaça etc. — enquanto o EPA e o DHA são encontrados apenas em animais marinhos, principalmente peixes de águas profundas, como o salmão e o atum.

Acontece que o ácido alfa-linolênico, presente em grandes quantidades na chia, não é inteiramente processado pelo corpo humano.

Apenas o EPA e o DHA são.

O ácido alfa-linolênico presente na chia pode ser convertido em EPA ou DHA, mas apenas em pequenas quantidades.

É por isso que o ômega 3 de origem vegetal, como o contido na chia, não substitui o ômega 3 vindo de fontes animais e passíveis de processamento pelo nosso corpo.

É por isso também que, a meu ver, a chia é supervalorizada enquanto fonte de ômega 3.

Como aproveitar ao máximo os benefícios da chia

Para aproveitar ao máximo os benefícios da chia, é preciso usá-la da maneira correta. E essa “forma correta” consiste em um gesto muito simples: basta hidratar a semente.

Já comentei isso no início do artigo.

A chia, em contato com a água, forma um gel. É desta forma que você deve consumir a semente, a fim de tirar proveito máximo de seus benefícios.

bneficios da chia gel-otO contato com a água potencializa os benefícios da chia, porque neutraliza os antinutrientes presentes na casca da semente.

Antinutrientes são substâncias que dificultam a absorção dos nutrientes da chia pelo nosso organismo. Essas substâncias (os antinutrientes) são importantes para a chia, mas não para nós.

Portanto, antes de consumir a chia, hidrate-a da seguinte maneira: coloque uma colher de sopa de chia em meio copo de água e espere pelo menos 1 hora antes do consumo.

O gel formado pode ir para a geladeira, mas o ideal é que ele seja consumido na hora.

Adotando esta prática, você verá que, além de usufruir ao máximo de todos os benefícios da chia, a semente ficará muito mais fácil de ser consumida, porque sua casca fica mais maleável e, portanto, é facilmente triturada pelos dentes e digerida pelo estômago. 🙂

Grão, farinha ou óleo

oleo-otA chia pode ser encontrada não só em grãos, mas também nas formas de farinha e óleo.

Particularmente, prefiro consumir a semente inteira hidratada.

A farinha pode ser consumida com frutas ou iogurte e até pode substituir a farinha de trigo no preparo de massas, mas ela tem a desvantagem de oxidar facilmente e de não possuir o ômega 3 da semente. Ele é transformado durante o processo de fabricação da farinha.

Já o óleo é rico em ômega 3, mas não possui as fibras que a semente e a farinha contêm.

O óleo de chia deve ser usado a frio, ele é ideal para temperar saladas e pratos já prontos. Ele não deve ir ao fogo, pois o ômega 3 contido no óleo oxida facilmente com o calor e perde suas propriedades. Veja aqui algumas receitas.

Como consumir chia

beneficios da chia-otA chia é uma semente extremamente versátil. Ela pode ir em:

  • Sucos
  • Vitaminas
  • Frutas
  • Saladas
  • Sopas
  • Bolos
  • Tortas
  • Pães
  • Iogurte

Para você usufruir de todos os benefícios da chia, as “órgãos especializados” recomendam o consumo de duas colheres de sopa por dia de chia (uma porção de 25 gramas, conforme a tabela nutricional que ilustra este artigo).

Eu particularmente não sigo esta recomendação, pois também consumo diariamente outras sementes — de abóbora, girassol, linhaça e gergelim.

Mas acredito que o mais importante é cada um encontrar como a semente se encaixa no corpo e no dia a dia.

No meu caso, gosto de usá-la em sopas, sucos e no iogurte.

Caso você queira conhecer receitas com chia e outros ingredientes super naturais, eu recomendo o ebook:

Ele contém 101 receitas maravilhosas com alimentos naturais, e é ideal para você que busca uma alimentação mais integral e saudável.

Conclusão

Antes de mais nada, gostaria de agradecê-l@ por ter chegado ao fim deste artigo.

É um prazer saber que você gostou do assunto, a ponto de topar o desafio de ler um artigo longo sobre os benefícios da chia.

Gostaria, então, de fazer um convite a você, caso tenha interesse em ler mais artigos sobre alimentação natural.

Inscreva o seu e-mail no campo abaixo, para receber gratuitamente os artigos e novidades do Panelas de Gaya! Espero revê-l@ em nossa comunidade!

Conteúdo exclusivo

Cadastre o seu melhor email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do Panelas de Gaya!>