Descubra 10 Alimentos Saudáveis que Emagrecem (e sugestões de uso no dia a dia)

Tempo de leitura: 7 minutos

Existem, de fato, alimentos que emagrecem?

Sim, existem alimentos que emagrecem, ou melhor, que ajudam no processo de emagrecimento. Eles têm esse “poder”, pois aceleram o metabolismo, têm poucas calorias e oferecem muitos nutrientes ao nosso organismo.

Incluí-los na dieta com certeza te ajudará, caso você queira perder peso rápido. Entretanto, se você busca como emagrecer de forma saudável e definitiva, sem que os quilos perdidos voltem, você também terá que adotar hábitos saudáveis, isto é, mudar o estilo de vida.

Clique aqui caso você queira saber como emagrecer com saúde.

Deixar de consumir produtos industrializados, fazer da comida natural — principalmente das gorduras, proteínas e vegetais — a base de sua dieta vão desinchar o seu corpo e te fazer sentir bem como você nunca imaginou. E, então, os alimentos a seguir irão fazer o seu trabalho de forma muito mais efetiva.

A maioria desses alimentos são termogênicos. Isso significa que eles aceleram o metabolismo. Um metabolismo mais acelerado consome mais calorias e, portanto, queima mais gordura. Por isso, diz-se que esses são alimentos que emagrecem.

Vamos a eles:

10 alimentos que emagrecem e desincham o corpo

Gengibre

alimentos que emagrecem

O composto ativo do gengibre é o gingerol, responsável por muitas das propriedades medicinais desta planta.

Ele auxilia no emagrecimento, pois é termogênico e altamente anti-inflamatório. Muitas pessoas não estão gordas, estão simplesmente inchadas ou inflamadas por dentro, e o simples fato de o gengibre combater essas inflamações faz com que a pessoa “emagreça”.

O gengibre também:

  • é antioxidante
  • ajuda na digestão
  • reduz enjoos (como o da gravidez)
  • previne contra gripes e resfriados comuns
  • ajuda a prevenir câncer
  • reduz os níveis de açúcar no sangue
  • reduz dores musculares e dores menstruais
  • baixa os níveis de colesterol
  • melhora as funções cerebrais
  • diminui o risco de infecções

É um alimento incrível que você precisa incluir no seu dia a dia.

Sugestão de uso: fresco, no suco da manhã e no chá da noite

 

Abacate ou avocado

O abacate foi, por muitos anos, considerado vilão, por conter muita gordura. Ora, estudos recentes já derrubaram o mito de que a gordura natural dos alimentos faz mal.

Isto se aplica ao abacate: a gordura desta fruta te mantém saciado(a) por mais tempo e ainda ajuda a reduzir a gordura abdominal!

Sugestão de uso: na salada do almoço e no lanche da tarde (veja aqui receita)

Vinagre de Maçã Orgânico

O ácido acético é o principal componente ativo do vinagre de maçã.

É ele o responsável por reduzir os níveis de açúcar no sangue, diminuir a proporção de insulina no sangue, acelerar o metabolismo e, consequentemente, reduzir o armazenamento de gordura, além de diminuir o apetite.

Um estudo realizado em humanos concluiu que sim, o vinagre de maçã é um dos alimentos que emagrecem.

Outros benefícios do uso de vinagre de maçã são a diminuição da pressão arterial e a redução da presença de vírus e bactérias prejudiciais à saúde dentro do organismo.

Sugestão de uso: na salada do almoço

Limão

Alimentos que emagrecem

Apesar de ser uma fruta ácida, o limão alcaliniza o nosso sangue.

Um sangue mais alcalino é mais saudável e menos propenso ao desenvolvimento de doenças, inclusive câncer.

(Só para você saber, um dos alimentos que mais torna o nosso sangue ácido é o açúcar.)

O limão, além de alcalinizar o nosso organismo, limpa a pele, energiza e melhora o humor, é rico em vitamina C e fortalece o intestino.

Um intestino saudável ajuda o corpo, sobretudo a barriga, a desinchar.

Sugestão de uso: pela manhã, em jejum, diluído em 1 copo de água

Óleo de coco

O óleo de coco já se envolveu em diversa$ polêmica$ financiada$, porém, eu sou uma grande defensora do uso de óleo de coco pra tudo nesta vida!

Utilizo este maravilhoso óleo não só como alimento, mas também como cosmético (se você tem interesse, veja aqui como eliminar estrias e celulites de forma natural).

É claro que, se você incluir 1 colher de sopa de óleo de coco em sua dieta, mas continuar a comer pizza e refrigerante todo dia, não haverá milagre.

O óleo de coco funciona muito bem como base de uma dieta Low Carb High Fat, ele oferece inúmeros benefícios ao organismo e te mantém saciado, o que ajuda a emagrecer. É também bactericida, fungicida, anti-inflamatório e termogênico.

Sugestão de uso: puro; batido no café preto; como base para refogar legumes e frutas (como banana-da-terra na frigideira, por exemplo), frutos do mar e peixes. Você também pode inclui-lo em sucos e shakes

Canela

Alimentos que emagrecem

Outro alimento termogênico, que acelera o metabolismo e estimula a queima de gordura, além de dar um sabor delicioso aos pratos e bebidas.

Sugestão de uso: no café (sim, pode botar canela no seu café preto e puro!), em chás e em frutas, como banana ou maçã assadas

Chia e linhaça

Esses dois tipos de sementes são considerados “superfoods” por conta da baixíssima quantidade de calorias e do altíssimo teor de nutrientes, fibras e gorduras boas.

Esses três componentes podem te manter saciado(a) por bastante tempo, o que ajuda no processo de emagrecimento.

Eu já falei aqui no blog sobre os benefícios da chia para a saúde, caso queira se aprofundar.

Sugestão de uso: com saladas, sopas, sucos, iogurte, frutas… a chia e a linhaça são sementes extremamente versáteis 🙂

Pimentas

Alimentos que emagrecem

As pimentas têm um uso medicinal muito antigo por conta de seu princípio ativo, a capsaicina.

São termogênicas e analgésicas, e foram bastante usadas contra dores de cabeça. Também são antioxidantes e melhoram a saúde cardiovascular, se consumidas moderadamente. Cuidado com os excessos, pois elas podem agredir as mucosas do estômago.

Sugestão de uso: em pratos quentes, com moderação

Melancia

Embora doce, um pedaço de melancia tem baixo teor de carboidrato (cerca de 5g), além de pouquíssimas calorias.

A melancia tem bastante água, isso ajuda o nosso corpo a hidratar e a ficar saciado (o centro de sede e o centro de fome estão um ao lado do outro, no cérebro).

Além disso, a melancia é rica em glutationa, um poderoso antioxidante que fortalece o funcionamento do fígado e previne contra problemas renais.

Sugestão de uso: de preferência, coma a melancia em pedaços. Se quiser fazer um suco, adicione algumas sementes de chia

Água e chás

Alimentos que emagrecem

Esqueça cervejas, refrigerantes e sucos industrializados.

Beber água, e apenas água, durante o dia, é o primeiro passo para ajudar o seu corpo a restaurar o equilíbrio interno.

Água é a bebida perfeita.

Você também pode beber chás ao longo do dia (mas não se esqueça da água mineral, pura e rica!). Os chás ajudam bastante a emagrecer, e podem influenciar o metabolismo, dependendo do princípio ativo da erva que você coloca nele (procure não usar sachês). 

Veja alguns tipos de chás:

  • Chás para acordar e/ou energizar: chá verde, preto, branco, matchá
  • Chás digestivos: chá verde, erva-cidreira, erva-doce, flor de hibisco, hortelã, boldo
  • Chás antigripe: anis-estrelado, gengibre, limão, alecrim
  • Chás para dormir: camomila, erva-doce, erva-cidreira, melissa

Alimentos que engordam

Por outro lado, existem alimentos que engordam, e — pasme! — as gorduras saturadas não estão entre esses alimentos (elas, na verdade, auxiliam no processo de emagrecimento, pois saciam e oferecem inúmeros benefícios ao nosso corpo).

Os grandes vilões da obesidade dos dias de hoje são:

  • trigo
  • açúcar

Esses dois alimentos bloqueiam a queima de gordura do organismo. Você pode entender melhor como esses mecanismos funcionam assistindo este vídeo de apresentação do método Emagrecer de Vez (link de afiliado), criado por Rodrigo Polesso.

Portanto, caso você queira emagrecer de forma definitiva, sem que os quilos perdidos voltem, o ideal é que você consuma tanto o trigo quanto o açúcar com bastante moderação.

Na verdade, o ideal é que você deixe o consumo deles restrito apenas a festas ou eventos familiares e sociais. Durante a rotina, o melhor é que você os evite, e faça das gorduras, proteínas e vegetais a base da sua alimentação.